top of page

Meu Blog 

TDAH :O que tem a ver o hábito de sentarmos juntos à mesa com o TDAH?


Algumas crianças, apesar de muito inteligentes, parecem tropeçar em todas as suas atividades. Têm não só dificuldades na escola, mas se distinguem por uma grande desorganização. São geralmente caóticas, não organizam seu material escolar, a mochila e os cadernos são um " Deus nos acuda". O quarto parece uma praça de guerra. O banho é uma batalha à parte tanto para entrarem como para saírem dele. A criança perde tudo. Sempre pede ajuda para que possamos ajudar a encontrar algo que ela perdeu mas que estava bem na frente dela! As tarefas escolares são as lutas piores, e elas não são capazes de as realizar sem a presença de alguém ao lado todo o tempo. Tudo deixam para depois. Tudo o que poderiam realizar em meia hora demoram duas!

E aí? TDA? TDAH? Terapeutas? Ritalina? Será que algo se perdeu no caminho?

O difícil mesmo é constatarmos que a raiz de todo esse problema pode estar muito lá atrás. Na formação dos hábitos. Na criação de rotinas.

Quando os filhos são bebês não nos preocupamos com isso. Regras e disciplina doméstica na vida de um casal que acabou de ter um filho passa como um projeto futuro, para quando nossos filhos estiverem maiores. “Um dia sentaremos à mesa juntos e discutiremos animadamente os assuntos do dia!”. Nossas desculpas entra em ação: Nossa vida é corrida; não há tempo; temos que trabalhar para garantir o futuro deles; quando chego em casa estou tão cansado; ainda são tão pequeninos para isso... E deste modo vamos deixando para depois.

O simples hábito de sentarmos à mesa todos juntos para uma refeição pode exemplificar o treino mais importante e precoce da criação de hábitos, convívio social, respeito aos horários, organização, oportunidade de aproximação e troca de experiências com nossos filhos.

Também a rotina para a hora de dormir com um banho e uma boa estória contada e interpretada com todo carinho introduz um dos mais importantes momentos de vínculo e de oportunidades para estabelecimento de horário e é claro para um sono tranquilo.

Na criança maior, a rotina para a execução das tarefas de casa com um local especialmente preparado para isso e sem distratores, também é muito importante para que possamos estabelecer rotina, concentração e aquisição de responsabilidade. Nada de tarefas de casa na mesa da sala enquanto assistimos os telejornais.

Essas atitudes precoces ajudarão as crianças a irem adquirindo tranquilamente hábitos como organização, rotinas, respeito à horários e as regras iniciais de convívio social.

Um grande médico dizia que não há só Medicina Preventiva. Há Psicologia Preventiva também. E essa começa dentro do nosso lar.

Destaques
Destaque
bottom of page