top of page

Meu Blog 

Acidentes mais comuns em bebês entre 10 e 12 meses


Sufocação: Pode ocorrer enquanto o bebê está dormindo, quando seu rosto fica encoberto pelo lençol, travesseiro ou outra roupa de cama macia. Quando estão na fase de descobrir o mundo com a boca, os bebês ainda podem engasgar com pequenos brinquedos ou suas partes, com outros objetos de tamanho reduzido ou mesmo com comida.

Envenenamento: Crianças de até 2 anos de idade correm maior risco de envenenamento não intencional. Produtos de limpeza e medicamentos são riscos significativos. Bebês também podem se envenenar respirando fumaça de fumos e plantas.

Afogamento: Grande parte dos afogamentos de bebês acontece em banheiras. Na faixa etária de até 2 anos, mesmo vasos sanitários e baldes podem ser perigosos. A primeira causa de afogamento de crianças é a falta de supervisão (geralmente por questão de segundos).

Veículos automotores: Em caso de colisão, uma cadeirinha de segurança instalada e usada corretamente reduz em 71% o risco de um bebê morrer. Por isso é fundamental que o transporte das crianças seja feito em cadeirinhas adequadas.

Quedas: Os móveis, a escada e o andador estão quase sempre associados a quedas de bebês. O andador é responsável por mais acidentes que qualquer outro produto destinado a crianças entre 5 e 15 meses. A maior parte das lesões causadas por esses acidentes ocorre quando a criança cai da escada ou tropeça durante o uso do andador

Queimaduras: A maioria das queimaduras de bebês, especialmente entre 6 meses e 2 anos de idade, é causada por comida e líquidos quentes derramados na cozinha. A água quente da pia e da banheira é também responsável por muitas queimaduras em crianças; essas queimaduras tendem a ser mais graves e cobrem uma porção maior do corpo do que as ocasionadas por outros líquidos quentes.

Destaques
Destaque
bottom of page