top of page
  • Dra Geórgia Fonseca

Animal de Estimação e de Saúde para os bebês.


Os melhores amigos dos bebês? - Os não-humanos , Isto mesmo! Eu já tinha falado com vocês antes lembram? Ter um bichinho em casa pode significar menos resfriados, infecções de ouvido, menos medicação para eles! E este estudo é muito sério e foi publicado na revista Pediatrics.

Aqui está o porquê: Resfriados são comuns em bebês e crianças pequenas, que podem esperar ter entre 3 e 6 infecções respiratórias, em média, em seu primeiro ano de vida. Os fatores de risco incluem creches, irmãos, a falta do aleitamento materno, e os pais que fumam.

Mas tem mais uma coisa que pode ajudar a protegê-los? O cachorro da família!!! Este estudo realizado na Finlândia, que analisou cerca de 400 crianças menores de um ano de idade, descobriu que crianças de famílias com animais de estimação ficaram saudáveis em geral, com menos infecções, menos resfriados, e menor necessidade de antibióticos. A exposição a gatos não fez mal e ajudou algumas crianças, mas sua presença não era tão protetora contra infecções para as crianças como tendo a exposição a um cão! Os cães foram os melhores! Crianças com cães tinham metade das infecções no ouvido, em comparação com aquelas que não têm animais de estimação, e quanto mais contato com o animal de estimação, mais proteção e menos problemas de saúde em geral.

O que produziu este efeito protetor? Não é totalmente claro, mas os pesquisadores postulam que a exposição a animais estimulou a velocidade da maturação do sistema imunológico das crianças. Curiosamente, as crianças pequenas que passam mais tempo fora de casa brincando com os cães tiveram a maior proteção. Será porque os animais trouxeram mais sujeira para dentro de casa?

Será que isso significa que todos os bebês devem ter um cachorro? Bem, há muitas variáveis pertinentes, especialmente em famílias com histórico de alergias, mas para muitas novas mães e pais, eles podem ter realmente razão quando eles dizem: "Bom cachorro!"

bottom of page